Pesquisar

Certificado musical na Era Digital: entenda como funciona

O mercado musical passou por transformações significativas nas últimas décadas. A forma como consumimos música mudou drasticamente, assim como

Certificado musical na Era Digital: entenda como funciona

O mercado musical passou por transformações significativas nas últimas décadas. A forma como consumimos música mudou drasticamente, assim como a estratégia dos artistas para lançarem suas obras. Nesse contexto de inovação, os certificados de “Disco de Ouro”, “Platina” e “Diamante” também se adaptaram à nova realidade do streaming, permitindo que os artistas alcancem esses marcos pelo volume de plays e views acumulados em plataformas digitais.

Originalmente, as certificações eram baseadas exclusivamente no número de vendas físicas. Atualmente, a Pró-Música Brasil – anteriormente conhecida como Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) – é responsável por emitir esses certificados, reconhecendo publicamente os artistas que atingem níveis expressivos de vendas, independentemente do formato.

Com o advento do streaming, as distribuidoras e os selos estão atentos aos números de seus artistas para também conceder esses reconhecimentos. Mas, afinal, como é feita essa contagem? Segundo a tabela da ONErpm, para que um artista receba o Disco de Ouro, é necessário que seu single ou álbum atinja pelo menos 20 milhões de streams. Esse cálculo inclui o somatório de plays em todas as plataformas onde a música está disponível, tanto em áudio quanto em vídeo. Em comparação, no formato físico, eram necessárias 40 mil cópias vendidas para a obtenção do mesmo certificado, conforme os critérios da Pró-Música Brasil.

 

Números de Certificação Digital:

– Ouro: 20.000.000 streams

– Platina: 40.000.000 streams

– Platina Duplo: 80.000.000 streams

– Platina Triplo: 120.000.000 streams

– Diamante: 150.000.000 streams

– Diamante Duplo: 300.000.000 streams

– Diamante Triplo: 450.000.000 streams

 

Exemplos Recentes:

– O Single “O Maior Troféu”, de Damares recebeu certificado de diamante duplo

– Aline Barros conquistou Disco de Ouro com o álbum “Minha Oração” e o Single “Refinador”

– Embora não tenha recebido certificado, o álbum “Eis-me Aqui”, de Valesca Mayssa, soma mais de 300 milhões de reproduções, classificado como Diamante Duplo

 

Sobre a Pró-Música Brasil

A Pró-Música Brasil representa os interesses dos produtores fonográficos, promovendo o mercado legítimo de música gravada, seja em meios físicos ou digitais. É a única entidade no Brasil que coleta e divulga regularmente dados e estatísticas sobre o mercado fonográfico, mantidos por meio de auditorias realizadas por empresas de reconhecida competência no mercado nacional e internacional.

A organização é afiliada à Emternational Federation of the Phonographic Emdustry (IFPI), que representa mais de 1.400 empresas fotográficas em cerca de 70 países. Esse trabalho contínuo garante que a indústria fonográfica brasileira esteja alinhada com as melhores práticas globais, assegurando a credibilidade e o reconhecimento dos artistas em âmbito nacional e internacional.

About Author

Gilcinei

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *